O tempo dos nossos pensamentos...

Cada manhã quando me levanto sinto uma suave brisa intocável passear-me pela face... Rapidamente passo da sensação do sentir a uma sensação bem mais gratificante, a do pensamento.

É no meu pensamento que formo todo e qualquer tipo de códigos de valores que me vão permitir progredir enquanto pessoa, é nele que me concentro quando sinto que o meu mundo se abriu e que deu lugar ao abismo.

Os scientistas ou filósofos que dizem que controlamos o nosso corpo pela nossa mente têm razão: quantas vezes não conseguimos sorrir porque alguém nos fez abstrair de pensamentos mais negativos ou quantas vezes a dor tão incurável que sentiamos no peito não acabou por ser insignificante com o passar do tempo, simplesmente porque nos fomos esquecendo de como doía?

Acredito também que o tempo cura tudo... O tempo cura a dor da separação do nosso primeiro amor, cura uma ferida superficial, cura uma zanga com o nosso melhor amigo, cura um sorriso amarelo, cura tudo desde que seja humano, porque contra a estupidez e a hipocrisia, o tempo não tem remédio... O tempo dói, o tempo custa, o tempo magoa, mas se olharem para um passado profundo, vão ver que o tempo só vos ajudou, apesar das torturas que ele pode infligir quando teima em não passar. Quantos amores esqueceram ou pelo menos já não choram quando pensam neles? Quantas traições superaram apesar das lágrimas que percorreram a vossa face? Quantas vezes não pensaram: havia de ter dedicado mais tempo aos estudos? :)

E vai ser com mais tempo que voltarei a deixar mais pensamentos e mais fotos... :D

Um beijo a todos aqueles e aquelas que passaram por cá ;) *PEACE*

2 comentários:

sonic disse...

jolie langue, le portugais ! je ne comprends pas tout, mais j'ai compris la dernière phrase :)
alors comme je passe ici, eh bien, je te fais aussi une bise :)

Angy disse...

Merci :) J'aime beaucoup aussi la sonorité =)

Un gros niznou gentille Sonic*

Postar um comentário